Rio de Janeiro > Petrópolis > Pedra da Mãe D'Água > O Canto da Sereia

O Canto da Sereia
7º VIIc (A0(2)/VIIc) D2 E3
Montanha: Pedra da Mãe D'Água
Cadastrada por: Marcel Leoni, em 05-08-2019 às 16:44
Modalidade: tradicional
Tipo de via: principal
Face: norte
Tipo de escalada predominante: agarras e aderência
Extensão: 210 metros
Descrição: Escalada técnica, vertical, e de grande beleza. Liga-se ao "Paredão Lagartão" ao final da sexta enfiada. É a via mais difícil desta montanha até o momento. É opcional a utilização de equipamento móvel (camalot # .3), no começo da segunda enfiada, para proteção em uma laca negativa; e em uma fenda com cerca de 4 metros, ao final da sexta enfiada, apesar de o lance ser fácil. Porém, a partir da ligação com o "lagarto", é necessário um jogo de camalot C4 de #.3 ao #3, camalot C3 #1 e #2 (amarelo e vermelho), sendo estes últimos passíveis de substituição por stoppers pequenos. O rapel é possível pela própria via, com uma corda de 60m (melhor 70), e quase todas as paradas estão duplicadas com chapeletas duplas da Bonier, a cada 30 metros, em média. Entretanto, deve-se tomar bastante cuidado com eventuais rapéis "na conta". O nome da via faz alusão à lenda folclórica brasileira da sereia Iara, que vive no fundo do rio Amazonas e cujo nome, de origem indígena, significa "aquela que vive na água". Conta a lenda que Iara, também conhecida como "Mãe D'Água", encanta os pescadores por sua beleza.
Fonte: Os conquistadores
Equipamento extra necessário:
  • 1 corda de 60 m
  • Camalots #.3 ao #3
  • Camalots C3 #1 e #2
  • Nuts pequenos
Data da conquista: 25/07/2019
Informações disponíveis no site Escaladas.com.br, disponível em: <http://www.escaladas.com.br>
Documento gerado às 10:06 - 20/05/2024
© Todos os direitos reservados