Escaladas.com.br

Até o momento, temos 5.552 vias cadastradas em 1108 locais de 308 cidades de 24 estados brasileiros.

Localização do local

Dados do local Minas Gerais > Ferros > Parede das Aderências - Extrema Esquerda

Ampliar imagem Parede das Aderências - Extrema Esquerda
Ampliar imagem Parede das Aderências - Extrema Esquerda
Parede das Aderências - Extrema Esquerda - esquema de trilhas
Parede das Aderências - Extrema Esquerda
Cadastrada por: Luciano Bender, em 08-02-2019 às 20:00
Descrição: Ao adentrar no vale do Roncador, o excursionista terá à sua esquerda a Parede das Aderências, de dimensões mais reduzidas do que a Parede Principal e com vias predominantemente em aderência - como o próprio nome sugere – variando de 20 a 230 metros de extensão.

As vias mais longas apresentam grau geral 3º, à exceção da via "Solamente" - paredão com 120 metros, em 1º II, conquistada em solo integral por Tonico Magalhães. Os graus específicos mais frequentes ficam entre IV e V (crux), havendo uma via curta de VIIa ("Ferro na Boneca" – 20m) e outra mista, em VI ("O Psicopata de Ferros").

Dentre suas vias, destacam-se a "Cordeiro de Deus" (V – 60m), "O Psicopata de Ferros" (4° VI E2 D1 – 70m – Mista), "Cinquentona de Ferros" (IIIsup – 60m), "Grampos de Ferros" (3º IVsup – 110m) e "Social Club" (3º IIIsup – 200m), vias que, em seu conjunto, permitem um bom conhecimento desse trecho do vale.


Parede das Aderências – Extrema Esquerda

Este é o primeiro setor da Parede das Aderências, um pouco isolado do resto da parede, por localizar-se quase na borda inicial do Vale do Roncador e por possuir muita vegetação ao seu redor.

Em geral, são vias de baixa graduação, boas para treinar o psicológico gradualmente, uma vez que as vias variam seu grau de exposição, possuindo vias de E1, E2, E3 e E5, sem possuir lances muito técnicos. A exceção é a via "Dez Mil e Uma Noites", que, apesar da boa grampeação, possui lances de VI grau, exigindo maior atenção e habilidade por parte do escalador.
Como chegar à base: Para acessar as bases das vias neste setor, é necessário pegar a trilha do Vale do Roncador, que se inicia um pouco depois do Subsetor Cachoeira, subindo em diagonal para a direita da estrada de terra.

Andando pouco mais de 100 metros na trilha, deve-se cruzar o córrego e passar pela cerca de arame farpado ao lado esquerdo. Muita atenção ao fazer este procedimento: primeiro, para não causar lesões; e, segundo, para não causar danos à estrutura da cerca. Existe um bom espaço que possibilita a passagem por baixo da cerca, sem grandes esforços.

Ao cruzar a cerca, a trilha segue pouco definida por 30 metros, até juntar-se à parede. Neste ponto, fica a base da via "Nesse Mato Tem Cachorro". Subindo para a direita, chega-se à base da "Libera Liberou", e, descendo para a esquerda (em meio ao capim), chega-se à base da "Solamente".
Fonte: VERGNANO, Pedro Bugim Ruel; MAGALHÃES, Antonio Carlos; GOMES, Celso José Ferreira. Guia de Escaladas de Ferros/MG. Rio de Janeiro: Ed. dos autores, 2018. Disponível em http://www.grupounicad.com.br/pedro/Guia_Ferros.pdf
Coordenada: -19.289429291720274,-42.98232271963218
Encontrou algo errado? Clique aqui

Vias cadastradas neste local

Variante Cachorro Louco
III
Acessar
Dez Mil e Uma Noites
VI
Acessar
Libera Liberou
III
Acessar
Paredão Na Boca do Jacaré
V
Acessar
Nesse Mato Tem Cachorro
III
Acessar
Solamente
D1 1º II E5
Acessar
Paredão Suzy
VIIa
Acessar